Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, EPER
 
 

Ver Também
Informação sobre os Açores
Oportunidades de investimento nos Açores
Ambiente de Negócios e Apoios ao Investimento
Benefícios Fiscais em Regime Contratual
Descubra o Folder Invest in Azores
Plataforma Invest in Azores
Plataforma Living in Azores

A Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, EPER tem como missão promover o investimento na Região Autónoma dos Açores e reforçar a competitividade das empresas açorianas. 

Neste âmbito, A SDEA providencia um acompanhamento personalizado a todos os agentes económicos que pretendam usufruir do enorme potencial ainda por explorar das ilhas açorianas bem como beneficiar de um dos mais apelativos sistemas de apoio ao investimento existente na Europa.

 

    

 

 A Zona Económica Exclusiva (ZEE) açoriana representa atualmente 57% da ZEE portuguesa e cerca de  30% da ZEE europeia. Possui uma área de aproximadamente 1.000.000 km2 .

A considerável dimensão desta zona e a riqueza dos seus fundos oferecem um grande potencial de exploração de recursos raros e preciosos.

 

Portos, Transportes e Logística

Utilização do sistema portuário dos Açores como plataforma logística atlântica, aproveitando a localização e as infraestruturas existentes.

Criação de uma rede estruturada e competitiva de serviços logísticos, em interligação com redes internacionais de transporte e distribuição, aproveitando:

  • Portos Comerciais – para abastecimento e distribuição, especializado em navios de grande porte;

  • Portos Regionais – para transporte e movimentação de mercadorias e apoio à náutica de recreio e navios de cruzeiro de menor dimensão;

  • Portos Locais – vocacionados para a pesca e para a náutica de recreio.

 

Pescas e Indústria do Pescado

A elevada qualidade e diversidade da safra regional e o posicionamento geográfico do arquipélago, são estímulos à concretização de investimentos nas seguintes áreas:

  • Preparação e transformação de pescado;

  • Armazenamento, acondicionamento e rede de frio;

  • Desenvolvimento de novos mercados e campanhas promocionais;

  • Investimento na modernização da frota pesqueira.

 

Aquacultura

Contacto privilegiado com cientistas da Universidade dos Acores;

Disponibilidade de laboratórios equipados e espaços administrativos para novas empresas;

Laboratório Regional de Veterinária equipado com tecnologia de ponta;

Estudo elaborado com o mapeamento das áreas com elevado potencial para a Aquacultura no arquipélago dos Açores.

 

Indústria das Conservas de Atum

A indústria de conservas de atum “made in Azores” ocupa uma posição de destaque nas exportações do arquipélago estando os seus produtos presentes em cerca de 30 países. Os principais mercados de destino são  Espanha e Itália.

Atualmente existem quatro indústrias deste setor a operar nos Açores.

Em 2015, e pelo 4º ano consecutivo, o Filete de Atum com Pimenta dos Açores, produzido pela empresa Santa Catarina Indústria Conserveira, ganhou o prémio “Melhor dos Melhores”, no 4º Concurso Nacional de Conservas de Pescado.

Já em 2016, a mesma empresa arrecadou o prémio “Melhor dos Melhores” com o Filete de Atum em Azeite com Gengibre, no 5º Concurso Nacional de Conservas de Pescado.

Ainda em 2016, e no mesmo concurso, esta empresa alcançou duas medalhas de ouro com os produtos Filete de Atum em Azeite com Gengibre e Filete de Atum com Pimenta dos Açores. Enquanto o Filete de Atum com Molho Cru, medalhado em anteriores edições, e o Filete de Atum com Quatro Pimentas, receberam medalhas de prata.

A pesca do atum nos Açores foi distinguida pela organização internacional GreenPeace como:

  • Dolphin Safe (segura para golfinhos)

  • Friend of the Sea (amiga do oceano)

   

Cruzeiros e Náutica de Recreio

Em 2015, mais de 140.000 passageiros chegaram aos Açores através de 135 escalas de navios de cruzeiro. Estes números representam taxas de crescimento de 50% em comparação com 2014. Nos próximos anos é expectável que a taxa de crescimento deste setor continue na ordem dos dois dígitos.

Cerca de 3.500 embarcações de recreio passaram pelas marinas e portos dos Açores durante 2015. Isto corresponde a 13.000 tripulantes em transito.

Objetivos:

  • Aumentar a atratividade do destino Açores;

  • Aumentar o investimento privado na área do turismo;

  • Desenvolver a indústria da náutica de recreio e fomentar a construção naval;

  • Valorizar ambientalmente e paisagisticamente as zonas portuárias.

 

Construção e Reparação Naval

Pela sua localização, o arquipélago dos Açores é um ponto de confluência para as embarcações que navegam no Atlântico, sendo recorrente deslocações às ilhas para abastecimentos e reparações. 

Pretende-se valorizar: 

  • A reparação e manutenção de grandes embarcações;

  • A construção, reparação e manutenção de embarcações de pesca, embarcações marítimo-turísticas e de náutica de recreio.

 

 

Desportos Náuticos

Os desportos náuticos são produtos turísticos em crescimento na Região devido aos seguintes fatores: 

  • Vocação dos Açores para o iatismo;
  • Condições ideais para a promoção de Regatas Internacionais;
  • Potencial por explorar na Náutica de Recreio e das Marinas;
  • Potencial por explorar nos desportos náuticos.

   

Mergulho

Os Acores são um destino de excelência para a prática de mergulho, quer profissional, quer amador, já que um conjunto de excelentes condições naturais permite mergulhar, nas águas açorianas, durante quase todo o ano.

A sua localização em pleno Oceano Atlântico Norte, numa zona de transição entre as correntes ricas em nutrientes vindas do norte e as águas quentes da corrente do Golfo, tornam este grupo de Ilhas num autêntico santuário para a vida marinha.

Existem dezenas de spots adequados ao mergulho costeiro, em naufrágios, em grutas, em montes submarinos, em oceano profundo e no baixo litoral, que oferecem algumas das melhores experiencias subaquáticas a nível mundial.

 

Whale Watching

Em 2010, Os Açores foram considerados pelo jornal britânico “The Telegraph”, com uma das 10 melhores regiões do mundo para Whale Watching.

Anualmente, cerca de 50.000 turistas experienciam o Whale Watching nos mares dos Açores.

 

Big Game Fishing

Os Açores são uma importante reserva para a prática do “Big Game Fishing”.

Entre as espécies mais frequentes, destacam-se os Tunídeos, Blue Marlin, Espadartes e Tubarões.

 

Investigação, Inovação e Desenvolvimento

A recente exploração científica dos fundos marinhos demonstrou a existência de recursos metálicos associados aos campos hidrotermais. Das várias missões oceanográficas internacionais resultou a descoberta de cinco campos hidrotermais ativos (Menez Gwen, Lucky Strike, Saldanha, Rainbow e Moytirra) localizados nos mares dos Açores. A exploração de recursos minerais a mais de 1500 metros de profundidade – que até há pouco tempo era apenas um cenário de ficção científica – poderá iniciar-se até à segunda década do século XXI.

A investigação dos fundos marinhos dos Açores e a “blue biotechnology” têm grande interesse para fins científicos e económicos.

De notar que:

Foram descobertos recursos genéticos no subsolo marinho Açoriano com potencial interesse para a indústria farmacêutica e cosmética e para a biotecnologia.

É uma área com enorme potencial proporcionando oportunidades ao nível da criação de Spin-Offs académicas no setor das pescas.

 

Ilhas Sustentáveis

Na ilha das Flores, demonstrou-se que é possível alimentar a rede elétrica apenas com energias renováveis, constituindo a primeira experiência do género em Portugal, na utilização conjunta das energias eólica e
hídrica.

Com a inauguração da nova central hídrica, prevê-se, a curto prazo, o abastecimento das Flores em cerca de 85%
de energias renováveis.

A Graciosa está prestes a tornar-se numa ilha abastecida em cerca de 70% por energias renováveis, utilizando uma tecnologia inovadora.

 

 Consulte aqui a nossa apresentação dirigida ao setor da Economia do Mar.

 

O setor agroalimentar ocupa um importante lugar na economia de todo o arquipélago, apresentando um vasto leque de produtos com enorme potencial para exportação e para os mercados biológicos.

Os Açores são o único local da Europa que produz chá a nível industrial.

Possuem três regiões vitivinícolas bem definidas, onde se produzem vinhos certificados com reconhecimento internacional.

Os Açores são um dos principais produtores de Próteas da U.E.

 

Pecuária

A carne açoriana possui certificação de Indicação Geográfica Protegida (IGP) - os animais são alimentados quase exclusivamente no pasto, assegurando a qualidade da carne. 

 

Laticínios

Segundo a Associação Nacional dos Industriais de Laticínios, a produção de laticínios nos Açores representou, em 2014:

  • Queijo: 50% da produção total portuguesa. Cerca de 30.000 toneladas. €115M de receitas de exportação.
  • Leite empacotado: 31% do total do leite de vaca comercializado em Portugal. Mais de 110.000 toneladas. Cerca de €50M de receitas de exportação.

O desafio atual consiste no Incremento de valor acrescentado dos produtos finais através de diferentes técnicas de transformação, e bem assim, de incorporação/melhoramento das suas propriedades organoléticas, funcionais, ou outras, mais valorizadas pelo mercado.

 

 

 Outras Oportunidades

Para os segmentos de mercado que procuram tipicidade, identidade natural e qualidade, os Açores podem oferecer produtos naturais e artesanais de qualidade:

  • Refrigerantes e Águas Minerais;

  • Licores;

  • Conservas;

  • Frutas (Ananás e Maracujá);

  • Produtos Artesanais (compotas e curtumes).

Alguns destes produtos estão reconhecidos com “DOP - Denominação de Origem Protegida” ou “IGP - Indicação Geográfica Protegida”, uma componente da imagem dos Açores reconhecida por muitos.

Em virtude das suas especificidades geológicas, os Açores possuem inúmeras fontes de água potável passíveis de serem engarrafadas.

As águas Magnificat (gaseificada) e Gloria Patri (não gaseificada), são as marcas com maior expressão a nível comercial.

O Vale das Furnas por si só, reúne um número considerável de nascentes de água mineral com potencial de exploração.

  

Consulte aqui a nossa apresentação dirigida ao setor Agroalimentar.

 

  • A National Geographic Traveler elegeu os Açores como o mais belo lugar do mundo para férias ou viagens de negócios durante 2016.

  • The Guardian elegeu os Açores como “um dos 40 locais a visitar durante o ano de 2015”

  • The Green Destinations classificou os Açores, em 2014, como “o destino turístico mais sustentável na Europa”, colocando a região no Top 100 dos Destinos Mais Sustentáveis do Mundo.

  • A ONG Coastal & Marine Union (EUCC) classificou os Açores, em 2014, como “o primeiro Destino Qualidade Platinum Coast do mundo”.

  • A revista Forbes classificou os Açores como “Um dos destinos turísticos mais singulares do mundo”.

  • A BBC Travel anunciou a ilha do Pico como “Uma das 5 melhores ilhas secretas do mundo”.

  • O World Travel Guide classifica as Furnas como “Uma das 5 zonas vulcânicas mais apelativas do mundo”.

  • O BootsnALL classificou o percurso pedestre das vinhas da Criação Velha, na ilha do Pico como “Um dos 8 trilhos únicos do mundo”. 

  • A Lonely Planet, maior editora de guias de viagem do mundo, colocou o arquipélago dos Açores no 23º lugar da sua lista dos 30 melhores destinos turísticos para visitar em 2017.

  • A OCDE - Organização de Cooperação e Desenvolvimento Económico - divulgou, em Outubro de 2014, um relatório em que concluiu que os Açores, em termos ambientais, particularmente no que se refere a emissões de CO2, representam, entre os membros da organização, uma das regiões com melhor qualidade de ar.

  • Em 1983 a UNESCO reconheceu a cidade de Angra do Heroísmo, situada na ilha Terceira, como Património Mundial. Em 2004, o mesmo estatuto foi concedido à Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico.

  • As ilhas do Corvo (2007), Flores (2007), Graciosa (2009) e as "Fajãs" da Ilha de São Jorge (2016) integram a Rede Mundial de Reservas da Biosfera da UNESCO. 

De acordo com o Presidente da New 7 Wonders of Portugal, “Os Açores são ilhas de beleza idílica, com maravilhas naturais de cortar a respiração”, razão pela qual foram escolhidos como anfitriões da declaração oficial.

Das 21 maravilhas finalistas a concurso foram apuradas cinco nos Açores:

     - A lagoa das Sete Cidades (São Miguel)

     - A Paisagem Vulcânica da Ilha do Pico

     - O Algar do Carvão (Terceira)

     - A Furna do Enxofre (Graciosa)

     - A Lagoa do Fogo (São Miguel)

A Paisagem Vulcânica da Ilha do Pico e a Lagoa das Sete Cidades, foram as vencedoras na Região, com mais de 650.000 votos.

 

Principais Eventos Internacionais

  • IRC SATA Rally Açores: Uma das melhores e mais emblemáticas provas do calendário do Intercontinental Rally Challenge.
  • WQS Azores Islands Pro: Uma das 9 provas deste circuito mundial de surf profissional com pontuação máxima (Prime).
  • Regatas Internacionais:

     - Les Sables/Horta/Les Sables;

     - La Route des Hortências - (Etel [Bretanha]/Horta/Concarneau);

     - AZAB - (Falmouth/Açores/Falmouth);

     - ARC Europe - (Caraíbas/Florida/Açores/Lagos).

  • Festival Internacional de Parapente: 150 profissionais de diversas nacionalidades.
  • Red Bull Clif Diving: circuito mundial anual de saltos de penhasco.

 

Golfe

A Golfdigest USA 2014 classificou o Furnas Golf Course como “o segundo melhor campo de golfe de Portugal”. Os Açores detêm um reconhecido potencial neste sector, ainda, em larga medida, por explorar.

Os Açores possuem atualmente três campos de golfe, localizados em São Miguel e na Terceira, complementados por uma oferta turística de qualidade.

 

Saúde e Bem-Estar

Os Açores têm potencial de investimento nas áreas do turismo de saúde e bem-estar, nomeadamente, nas vertentes da promoção, prevenção e da manutenção da saúde, assim como do descanso e do lazer.

Os investimentos a realizar nestas áreas poderão contemplar:

  • Clínicas especializadas;
  • Spas;
  • Termas.

O Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada está acreditado no âmbito da Qualidade pela Caspe Healthcare Knowlegde System (CHKS).

O Hospital de Santo Espírito de Angra do Heroísmo está acreditado no âmbito da Qualidade pela Joint Commission International (JCI).

 

Termas

Com o aproveitamento desta mais-valia ambiental, pretende-se:

  • A valorização das características das águas para utilização termal;
  • A adaptação das instalações existentes e implementação de novas instalações, bem como a criação de unidades hoteleiras de excelência;
  • A implementação de serviços complementares à oferta termal.

Os projetos de intervenção termal têm como objetivo as termas situadas nas ilhas de São Miguel (Ferraria, Caldeiras da Ribeira Grande e Furnas), Graciosa (Carapacho) e Faial (Varadouro). 

 

Espeleologia

Os Açores apresentam um vasto património espeleológico devido à natureza vulcânica das ilhas.

São conhecidas cerca de 250 cavidades naturais, correspondendo a muitas dezenas de quilómetros de caminhos subterrâneos.

 

Passeios Pedestres

O Governo Regional dos Açores criou uma Rede de Percursos Pedestres Classificados “Trilhos dos Açores”.

Os trilhos ligam quase todos os recantos das nove ilhas e permitem a passagem em zonas de beleza excecional.

 

Observação de Aves

A localização do arquipélago dos Açores permite avistar espécies migratórias raras.

Inúmeros sites internacionais da especialidade promovem os Açores como destino turístico de excelência para observação de aves.

  

Consulte aqui a nossa apresentação dirigida ao setor do Turismo.

Localização Geoestratégica

  • Localizados entre a Europa e a América do Norte;
  • Proximidade com as principais rotas transatlânticas aéreas e marítimas;
  • Estabilidade Política e Social;
  • Fuso horário: Menos uma hora que em Portugal Continental e Reino Unido, quatro horas a mais que zona este da América e mais três horas que na zona este do Brasil;
  • Porta de entrada para a América do Norte e Europa. Conexões aéreas diretas para diversas zonas metropolitanas dos continentes americano e europeu;
  • Mais de 5 ligações aéreas diárias a Lisboa;
  • Devido à sua localização, o arquipélago dos Açores é um ponto de convergência para os navios que operam no Atlântico e que muitas vezes param nas ilhas para reabastecimento e manutenção. A construção e reparação de pequenas embarcações nos Açores beneficia os marinheiros do Atlântico.

 

Recursos Disponíveis

  • Excelentes comunicações;
  • Rede de Transmissão totalmente suportado na tecnologia de fibra óptica. Rede de alta velocidade com tecnologia SDH (Synchronous Digital Hierarchy);
  • Conexão com os EUA, Portugal Continental e outras ilhas via cabo submarino de fibra óptica;
  • Alta disponibilidade de largura de banda;
  • Rede de transmissão com monitoramento 24/7;
  • Internet 4G;
  • Soluções de VPN Privadas;
  • Recursos humanos qualificados e bom conhecimento da língua inglesa.

 

Infraestruturas 

  • 9 portos marítimos com capacidade de movimentação de carga marítima, granéis sólidos, granéis líquidos e passageiros. Mais de 2.000.000 de toneladas de carga marítima movimenta por ano;
  • 7 marinas;
  • 9 aeroportos, um em cada ilha. Mais de 1,8 milhões de passageiros e 8.000 toneladas de carga aérea passam pelos aeroportos açorianos anualmente;
  • Estradas bem conservadas conectam os aglomerados populacionais;
  • Base Aérea das Lajes com infraestruturas disponíveis a servir novos propósitos. Cerca de 15.300 m2 de capacidade de armazenagem, incluindo espaços com refrigeração, 26.500 m2 de prédios administrativos e de serviços de suporte (restaurantes, lojas, auditórios, clínicas, escritórios), 11.400 m2 de modernos edifícios escolares, 456 casas/apartamentos de três e quatro quartos.

  

Consulte aqui a nossa apresentação dirigida ao setor da Logística.

 

 

A SDEA disponibiliza informação detalhada sobre qualquer setor de atividade através do email sdea@investinazores.com.

 

 
 

porno porno indir