Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, EPER
 
 

Novos Acordos de Financiamento

Novos instrumentos financeiros para as empresas regionais estarão em breve disponíveis através de um conjunto de acordos de financiamento assinados na semana passada, na cidade do Porto, entre a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Açores 2020, a SDEA – Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores e a Instituição Financeira de Desenvolvimento.

A Autoridade de Gestão do Programa Operacional dos Açores 2020, representada pelo Diretor Regional do Planeamento e Fundos Estruturais, Rui Aman, e a SDEA - Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, EPER, representada pelo seu Presidente do Conselho de Administração, Arnaldo Machado, assinaram no passado dia 8 de março diversos acordos de financiamento com a IFD - Instituição Financeira de Desenvolvimento, representada pelo Presidente da Comissão Executiva, José Fernando Figueiredo e pelo Administrador Executivo, Ricardo Luz.

Estes acordos de financiamento são relativos a um conjunto diversificado, mas devidamente estruturado, de instrumentos financeiros de apoio ao investimento, que serão financiados pelo fundo comunitário FEDER.

Assim, num prazo relativamente curto, o Governo dos Açores garante a disponibilidade de instrumentos financeiros que vêm reforçar e complementar as medidas de política pública orientadas para o apoio e dinamização do investimento privado na Região.

Deste conjunto de instrumentos financeiros, e no que concerne aos instrumentos de capital e quase capital, destaca-se uma Linha de Financiamento a Entidades Veículo de Business Angels, para que as empresas possam aceder a meios financeiros, técnicos e de mentoria necessários para o desenvolvimento e implementação das suas estratégias de inovação, de crescimento e de internacionalização. Outro instrumento estará dirigido para a criação ou reforço de Fundos de Capital de Risco que venham a investir em projetos empresariais em fase de arranque ou de expansão.

Ainda neste âmbito, está também prevista a implementação de uma Linha de Financiamento a Operações de Capital Reversível para o cofinanciamento de operações de capital reversível que venham a investir em projetos empresariais de expansão. Estes investimentos focam-se em particular nas PME maduras e destinam-se a dotá-las de meios financeiros necessários para o desenvolvimento e implementação das suas estratégias de inovação, de crescimento e de internacionalização.

Serão também desenvolvidos Instrumentos Financeiros de dívida garantia, por via de Linhas de Crédito com Garantia Mútua em que os apoios serão efetuados através da concessão de garantias às Sociedades de Garantia Mútua, que por sua vez garantirão os empréstimos e financiamentos bancários às empresas.

SDEA.

2017-03-14

VOLTAR
 
 

porno porno indir